Museu dos Esportes e Futebol

Inaugurado em 10 de março de 2010, o Museu do Futebol e Esportes de Araraquara possui amplo acervo relacionado ao esporte local, incluindo camisas, troféus, fotografias, vídeos, faixas, flâmulas, jornais e revistas. O destaque é o futebol profissional da Ferroviária, mas o museu também apresenta material sobre o futebol amador, outros esportes e personalidades da crônica esportiva da cidade.

O ambiente é temático e decorado com banners que mostram imagens de equipes e esportistas que fizeram história em Araraquara. Atualmente, são mais de 10 mil fotografias, além de diversos outros itens, que podem ser apreciados em visitas individuais ou em grupos, guiadas pelos monitores da unidade.

Grande parte do material é doada por torcedores da Ferroviária, portanto, o acervo do museu segue crescendo a cada nova aquisição. Torcedores e familiares de ex-atletas que tiverem material significativo para a história da Ferroviária podem procurar a unidade para doações.

Alguns dos destaques do museu são a bola do jogo que confirmou o acesso da Ferroviária à Séria A1 em 2015, a camisa de Helcias Pirola, jogador do time que subiu para a Primeira Divisão em 1955 e uma bandeira da volta à Elite em 1966, autografada por todos os jogadores.

Pinheirense!O inesquecível xerife da Taça de Ouro!

Pinheirense!O inesquecível xerife da Taça de Ouro!

Em 1982, a brilhante campanha no Campeonato Paulista credenciou a Ferroviária a disputar o Campeonato Brasileiro de 1983. E a Taça de Ouro, como era oficialmente chamado o certame na época, se tornou inesquecível para a torcida afeana, não apenas pela boa campanha e...

Maurinho!Um filho de Araraquara na Copa do Mundo!

Maurinho!Um filho de Araraquara na Copa do Mundo!

Nascido em 06 de Junho de 1933, Mauro Raphael passou a infância trabalhando de engraxate nas calçadas do centro de Araraquara, nas proximidades da Igreja Matriz de São Bento. Sua maior diversão era jogar futebol descalço nos campinhos do Bairro São José. E foi ali que...

Ismael – Recuperado pela Ferroviária, chegou ao topo do mundo!

Ismael – Recuperado pela Ferroviária, chegou ao topo do mundo!

Ismael Mafra Cabral iniciou sua carreira como centro-médio do Clube Atlético Juventus em 1955. Aconselhado pelo treinador Alfredo Gonzáles, foi atuar na lateral direita do “Moleque Travesso”, e, em seguida, se transferiu para o XV de Piracicaba, onde teve uma passagem...

Faustino – O ponta direita habilidoso da Ferroviária!

Faustino – O ponta direita habilidoso da Ferroviária!

Descoberto nos chamados “rapadões” de Araraquara por Picolim, o grande olheiro e revelador de talentos da Associação Ferroviária de Esportes, Alcides da Cruz Faustino ingressou nos juvenis da Ferroviária aos 17 anos. Ao lado de craques como Dudu, Baiano e Eusébio,...

Boquita  – O Ponta Esquerda do BBB Afeano!

Boquita – O Ponta Esquerda do BBB Afeano!

Ariosto Martins de Araújo, o Boquita, nasceu no dia 17 de Novembro de 1930, na cidade de Campinas. Atuou no Guarani, Ferroviária e Corinthians. E foi no time da Morada do Sol que Boquita integrou o BBB do interior paulista. Se o famoso Santos, de Pelé, tinha em sua...

Baiano:O lateral direito que avançava no campo, e no tempo!

Baiano:O lateral direito que avançava no campo, e no tempo!

A década de 60 foi marcante para a torcida afeana. A equipe, com pouco mais de 10 anos de fundação, atraía os olhares de todo o país, por conta de sua evolução meteórica no cenário futebolístico de São Paulo. E em 1967 o time da Estrada de Ferro conquistava o título...

Aymoré Moreira – Um Campeão Mundial na Ferroviária!

Aymoré Moreira – Um Campeão Mundial na Ferroviária!

Era o Campeonato Paulista de 1977. A Ferroviária, comandada pelo inesquecível Vail Mota, começara mal sua campanha. Em sete partidas, a equipe havia conquistado apenas uma vitória. Este cenário colocava a locomotiva muito próxima do rebaixamento. Foi então que o...

Dirceu – O volante de estilo clássico!

Dirceu – O volante de estilo clássico!

Nascido na cidade de São Paulo, em 29 de setembro de 1930, Dirceu Siqueira começou a jogar futebol na várzea paulistana. Em 1950, foi jogar profissionalmente no Riopardense, de São José do Rio Pardo. Coube ao fundador da Ferroviária e então presidente da Associação...

Curta nossas Redes Sociais